Entenda como harmonizar vinho com comida

25 nov, 2021 | Dicas | 0 Comentários

Tudo fica melhor com uma taça de vinho, principalmente uma boa refeição. No entanto, harmonizar a bebida com diferentes pratos pode parecer um desafio ou um trabalho somente para sommeliers. O receio é compreensível, mas aqui no blog vamos te ensinar que essa combinação é mais simples do que parece.

Basicamente, há dois tipos de harmonização: por semelhança e por contraste. E para você mandar bem naquele jantar especial, selecionamos algumas dicas para não ter erro na hora de escolher o vinho para harmonizar com a comida. Entendendo estas regras básicas, o sucesso é certo. Confira!

 

Harmonização por semelhança

Para harmonizar por semelhança basta combinar o peso do vinho com o peso da comida. Na escala vinífera, temos a seguinte ordem, do mais leve ao mais pesado: espumantes, brancos, rosés, tintos leves e tintos encorpados. Uma forma rápida de identificar o corpo do vinho é conferir a coloração. Quanto mais escuro, mais pesado. 

Entender essa escala é fundamental para fazer boas combinações. Por exemplo: um prato leve, como uma salada, vai muito bem com espumantes. Ou então, peixes mais leves, como tilápia, harmoniza com vinhos brancos. Já peixes mais gordurosos, como o salmão, caem perfeitamente com rosês.

Quando se trata de tintos, em geral, eles combinam com carne. No entanto, para a harmonização ser um sucesso, é importante ficar atento ao corpo do vinho. Os mais encorpados, como os produzidos com as uvas cabernet sauvignon e malbec, combinam mais com carne vermelha. Já os tintos mais leves, como os das uvas pinot noir e gamay, vão bem com frango. 

 

Harmonização por contraste

Como o próprio nome diz, esse tipo de harmonização tem como base o equilíbrio de sabores diferentes, como o doce e o salgado. Um bom exemplo é a combinação de queijos azuis, como gorgonzola, e vinhos doces, como o do Porto.

Em linhas gerais, na harmonização por contraste, comidas gordurosas combinam com vinhos ácidos como aqueles produzidos com as uvas Sangiovese, Barbera e Nebbiolo. 

Já os taninos presentes nos tintos encorpados não caem bem nos pratos muito salgados. Isso porque os taninos são responsáveis por aquela sensação de secar a boca e, quando a comida é muito salgada, a experiência pode se tornar demasiadamente amarga.

Uma boa dica para pratos mais salgados é contrastar com rótulos naturalmente mais doces como os da uva Primitivo, por exemplo. Tenha em mente que para esse tipo de harmonização os opostos se dão bem.

 

Os três elementos importantes para harmonizar vinho com comida

Agora que já explicamos os tipos de harmonizações, vale entender elementos básicos da culinária que são amigos e inimigos do vinho. 

Acidez – pratos com acidez mais marcante, massas com molho de tomate, por exemplo, combinam com vinhos que têm a mesma acidez ou um pouco mais. Dessa forma, o vinho se torna mais frutado.

Açúcar – Pratos muito doces não combinam com vinhos muito secos. Na hora da sobremesa, quanto mais doce for o vinho, melhor. 

Picância – comidas apimentadas e condimentadas podem reforçar o álcool do vinho. Por isso, prefira rótulos com teor alcoólico baixo (10,5% ou 11%) e com boa acidez. Pratos tailandeses, ou orientais picantes, vão muito bem com Chardonnay ou com espumante. Ambos possuem acidez e deixam o paladar mais fresco.

 

Hora de colocar em prática

Viu como é mais simples do que parece? Harmonizar vinho com comida é uma das coisas mais gostosas de fazer. E quando a harmonização é bem feita, a experiência é ainda mais especial porque vai evidenciar os sabores do prato e da bebida.

Aproveita que agora você já sabe o básico sobre uma boa harmonização e faça algumas das nossas receitas deliciosas disponíveis aqui no blog. Mas lembre-se: não se prenda a regras e nem tenha medo de se aventurar. Mergulhe nessa experiência sensorial. Saúde e bom apetite! 

Conheça a nossa Revista Sabor Saudável | Acesse agora | Ceraflame

Gostou do conteúdo? Confira outros assuntos que podem ser interessantes para você!

Legumes tostados no forno

Saudável de forma fácil! Se você tem preguiça de fazer legumes e variar a alimentação, essa receita de legumes no forno é para você. Leva menos de 1 hora e o preparo é bem prático. Você pode fazer uma boa quantidade a armazenar na geladeira. Veja o que é preciso:...

Farofa de linguiça apimentada

O acompanhamento perfeito para uma feijoada caprichada ou em um churrasco com os amigos e a família, essa receita de farofa de linguiça apimentada é fácil de fazer, rápida e rende bem para eventos maiores. Anote os ingredientes e faça já em casa. Ingredientes  1...

Waffle Belga

Um waffle belga quentinho pela manhã é a opção perfeita para começar o dia. Seja com frutas, mel ou sementes, essa receita é fácil, rápida e todo mundo vai amar cada mordida. Anote os ingredientes e faça em casa. Ingredientes  3 ovos 4 colheres de sopa de manteiga...

Torta Folhada de Frutas Vermelhas

Um doce para esquentar o coração nesse inverno! Essa é a definição da nossa receita deliciosa de torta folhada de frutas vermelhas. Além de linda, cada mordida é uma mistura de texturas e sabores. O legal é o preparo leva penas 40 minutos e rende 6 porções. Anote já...

Linguiça na Brasa com tomatinhos

Aprons a fazer uma linguiça na brasa super suculenta e ainda acompanhada de tomatinhos assados. Você verá que o modo de preparo é rápido, fácil e agrada aos mais diferentes paladares. Preparado(a) para fazer essa delicia agora em junho? Anote já os ingredientes....

Canjiquinha com linguiça calabresa

Continuamos com as comidas de festa junina para deixar o cardápio desse mês ainda mais delicioso. No entanto, dessa vez, escolhemos uma receita tradicional, mas demos o nosso toque especial, criando uma Canjiquinha com linguiça calabresa incrível. Você precisa tentar...

Brigadeiro de Paçoca

Cremoso, pedaçudo e que combina perfeitamente com as festividades juninas! Venha aprender com a gente a receita fácil e rápida de um super brigadeiro de paçoca. Não leva mais do que 10 minutos para ficar pronto e pode, dependendo do ponto, ser servido em Mini Cocottes...

Quentão de vinho

Festa junina sem quentão de vinho não está completa! Por isso, nesse especial de junho e julho, não poderia faltar essa bebida tão gostosa e aconchegante. Você levará apenas 10 minutos para preparar. Anote os ingreditenes. Quentão de vinho Ingredientes  1 L de vinho...

Metaverso x gastronomia: como funcionarão os restaurantes virtuais?

A palavra metaverso está em alta e ela vem atraindo o interesse de todos os setores. O termo diz respeito á um mundo virtual, semelhante ao que vivemos hoje, com construções, lojas e entretenimento. E traz também restaurantes virtuais para a realidade.  No entanto,...

Canjica doce com paçoca

Estamos próximos de mais um mês de junho e na expectativa das festas desse mês (e das comidinhas que amamos). Mas se você for fazer uma festa Junina em casa ou com os amigos, que tal preparar algo? Nossa primeira sugestão é a canjica doce com paçoca. Assim, esse doce...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *