Dia Internacional da Mulher: 5 Chefs que fazem a diferença no cenário gastronômico

8 mar, 2021 | Datas comemorativas | 0 Comentários

Quem não guarda na lembrança um prato feito pela mãe ou pela avó? A nossa memória afetiva é repleta de comidas que, do preparo à mesa posta, contam principalmente com a participação feminina. 

Isso não é à toa. Na nossa sociedade, cozinhar como rotina sempre esteve associado a uma atividade feminina. Mas há alguns anos essa associação vem sendo questionada.

É fato que ainda há um longo caminho para equidade de responsabilidades e tarefas, mas o amor pela gastronomia, definitivamente, não é uma questão de gênero. Afinal, a comida é um dos costumes que mais identificam uma cultura. 

E é justamente por envolver tantas histórias, culturas e afetos, que cada vez mais a gastronomia tem sido valorizada como profissão. Para algumas mulheres, cozinhar se tornou uma paixão tão grande que elas foram além e investiram na cozinha profissional. 

No entanto, quando se trata da alta gastronomia, as mulheres ainda encaram uma série de preconceitos e desafios. A cozinha profissional parece estar limitada à presença masculina e chefs mulheres ainda são minoria em restaurantes.

Em 2020, a revista francesa “Le Chef” publicou uma lista com os 100 melhores Chefs do ano, na qual apenas 4 eram mulheres. Esse é só um exemplo que aponta o caminho cheio de obstáculos que as chefs do gênero feminino enfrentam para atingir reconhecimento.

Essa disparidade de gênero tem raiz histórica. A cozinha clássica se construiu como um espaço masculino. Enquanto as mulheres eram responsáveis pela nutrição da família, a cozinha como “arte superior” era direcionada aos homens como Escoffier, que em 1878 já era considerado um dos nomes mais influentes da cozinha profissional. 

Apesar de tantas barreiras como machismo, assédio e pouco apoio, chefs mulheres têm conquistado espaço na alta gastronomia, valorizando raízes, desenvolvendo técnicas únicas e elevando a cozinha profissional a um altíssimo patamar.

No mês das mulheres, destacamos 5 chefs que superaram todos os desafios, fizeram a diferença no cenário gastronômico e ganharam visibilidade e o devido reconhecimento. Confira!

 

Tatiana Lagrota

Antes de atuar na gastronomia, Tatiana Lagrota trabalhou em multinacionais, mas o amor pelo churrasco falou mais alto. Seguindo os passos da avó banqueteira, ela é a primeira pitmaster – profissional de defumação – do Sul do Brasil. 

Mais do que qualquer outro estilo na cozinha profissional, o churrasco e preparos na brasa em geral ainda carregam caráter masculino, mas Tatiana, que revolucionou Curitiba com o american barbecue, prova que lugar de mulher é onde ela quiser.

 

Helena Rizzo

A gaúcha Helena Rizzo é uma das chefs mais premiadas do país. Foi eleita pela revista Restaurant como a melhor chef mulher do mundo por dois anos seguidos. Além disso, comanda o Maní, o primeiro restaurante chefiado por uma mulher a ganhar uma estrela Michelin.

Os empreendimentos Padoca do Maní e o Restaurante Manioca também fazem parte do Grupo Maní, todos sediados em São Paulo. Helena sempre afirma que a inspiração para se tornar chef sempre veio de mulheres à frente da cozinha. 

Conheça a nossa linha completa de peças artesanais em cerâmica | Baixe o catálogo | Ceraflame

Roberta Sudbrack 

A história da chef Roberta Sudbrack começa em Brasília. Ela vendia cachorro quente nas ruas da capital do país até ir para os Estados Unidos, onde se apaixonou por gastronomia. 

Autodidata, conseguiu chefiar a cozinha do Palácio da Alvorada, durante o governo do presidente Fernando Henrique Cardoso. Também foi responsável pela alimentação da delegação brasileira nos Jogos Olímpicos de Londres e nos Jogos do Rio.

Depois de todas essas experiências, abriu o RS, restaurante que acumulou diversos prêmios e entre 2012 e 2013 estava entre os 100 melhores restaurantes do mundo pela revista inglesa Restaurant

Em 2018, Roberta inaugura o Sud, o Pássaro Verde, restaurante que exalta os alimentos frescos, produtos locais e conta com preparos no forno à lenha. Essa empreitada de Roberta tem como inspiração a avó e promove um resgate à comida de conforto, afeto e aconchego sem perder o requinte.

 

Carmem Virgínia

A chef pernambucana Carmem Virgínia assina a cozinha profissional com muita personalidade, ancestralidade e forte influência regional. Com receitas centenárias, ela comanda o Altar, Cozinha Ancestral, localizado em Recife.

A culinária da chef é baseada em ingredientes como o arroz e o feijão, pilares da cultura alimentar brasileira com ancestralidade africana. Frutos do mar também têm presença forte na cozinha dessa pernambucana.

Carmem ganhou notoriedade ao participar de eventos gastronômicos nacionais e internacionais, além de ter sido jurada no programa Cozinheiros em Ação, do canal por assinatura GNT.

 

Kátia Barbosa

Conhecida pelo bolinho de feijoada mais famoso do Rio de Janeiro, a chef Kátia Barbosa viu na cozinha profissional uma oportunidade de exaltar a comida brasileira. Dona do Aconchego Carioca e do Bar Kalango, ela traz a influência nordestina da memória afetiva. 

Kátia frequentava com o pai a Feira de Tradições Nordestinas, no bairro de São Cristóvão. Mas, até se tornar um dos grandes nomes da cozinha profissional brasileira, fez de tudo um pouco: garçonete, ajudante de cozinha e durante as folgas estudava para criar repertório sem jamais esquecer das raízes. 

Atualmente, é a única jurada mulher do programa Mestre do Sabor. 

É apaixonado por gastronomia? Então confira a Revista Sabor Saudável! A cada nova edição mergulhe em receitas, histórias e muito amor por comer bem! 

Gostou do conteúdo? Confira outros assuntos que podem ser interessantes para você!

Legumes tostados no forno

Saudável de forma fácil! Se você tem preguiça de fazer legumes e variar a alimentação, essa receita de legumes no forno é para você. Leva menos de 1 hora e o preparo é bem prático. Você pode fazer uma boa quantidade a armazenar na geladeira. Veja o que é preciso:...

Farofa de linguiça apimentada

O acompanhamento perfeito para uma feijoada caprichada ou em um churrasco com os amigos e a família, essa receita de farofa de linguiça apimentada é fácil de fazer, rápida e rende bem para eventos maiores. Anote os ingredientes e faça já em casa. Ingredientes  1...

Waffle Belga

Um waffle belga quentinho pela manhã é a opção perfeita para começar o dia. Seja com frutas, mel ou sementes, essa receita é fácil, rápida e todo mundo vai amar cada mordida. Anote os ingredientes e faça em casa. Ingredientes  3 ovos 4 colheres de sopa de manteiga...

Torta Folhada de Frutas Vermelhas

Um doce para esquentar o coração nesse inverno! Essa é a definição da nossa receita deliciosa de torta folhada de frutas vermelhas. Além de linda, cada mordida é uma mistura de texturas e sabores. O legal é o preparo leva penas 40 minutos e rende 6 porções. Anote já...

Linguiça na Brasa com tomatinhos

Aprons a fazer uma linguiça na brasa super suculenta e ainda acompanhada de tomatinhos assados. Você verá que o modo de preparo é rápido, fácil e agrada aos mais diferentes paladares. Preparado(a) para fazer essa delicia agora em junho? Anote já os ingredientes....

Canjiquinha com linguiça calabresa

Continuamos com as comidas de festa junina para deixar o cardápio desse mês ainda mais delicioso. No entanto, dessa vez, escolhemos uma receita tradicional, mas demos o nosso toque especial, criando uma Canjiquinha com linguiça calabresa incrível. Você precisa tentar...

Brigadeiro de Paçoca

Cremoso, pedaçudo e que combina perfeitamente com as festividades juninas! Venha aprender com a gente a receita fácil e rápida de um super brigadeiro de paçoca. Não leva mais do que 10 minutos para ficar pronto e pode, dependendo do ponto, ser servido em Mini Cocottes...

Quentão de vinho

Festa junina sem quentão de vinho não está completa! Por isso, nesse especial de junho e julho, não poderia faltar essa bebida tão gostosa e aconchegante. Você levará apenas 10 minutos para preparar. Anote os ingreditenes. Quentão de vinho Ingredientes  1 L de vinho...

Metaverso x gastronomia: como funcionarão os restaurantes virtuais?

A palavra metaverso está em alta e ela vem atraindo o interesse de todos os setores. O termo diz respeito á um mundo virtual, semelhante ao que vivemos hoje, com construções, lojas e entretenimento. E traz também restaurantes virtuais para a realidade.  No entanto,...

Canjica doce com paçoca

Estamos próximos de mais um mês de junho e na expectativa das festas desse mês (e das comidinhas que amamos). Mas se você for fazer uma festa Junina em casa ou com os amigos, que tal preparar algo? Nossa primeira sugestão é a canjica doce com paçoca. Assim, esse doce...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *