Histórias e curiosidades sobre gastronomia

30 jul, 2021 | Dicas, informacao, Mais lidas | 3 Comentários

A gastronomia vai além da comida. Abrange também cultura, geografia, religião e diversos costumes de um povo. Também é traduzida como uma paixão ou respeito pelos alimentos do preparo à mesa posta. 

Com o mundo globalizado, a gastronomia ultrapassou os limites geográficos e ganhou o coração (e o estômago) de pessoas espalhadas pelo mundo. Hoje, um brasileiro pode dizer com propriedade que ama comida tailandesa, um tailandes pode levantar a bandeira da cozinha italiana e um italiano pode flertar com referências francesas. 

Para celebrar essa forma de cultura, que tal mergulhar no universo histórias e sabores para desmistificar a gastronomia? A cozinha da sua casa pode se tornar um cenário gastronômico único. Afinal, bastam boas referências para que uma refeição se torne uma grande experiência. Confira!

 

Entendendo o que é gastronomia

Gastronomia é uma atividade culinária que envolve técnicas pré-estabelecidas e elaboradas, além de conhecimento e prática para a construção de sabores e texturas alimentares. 

A palavra, de origem grega, junta gaster (estômago) e nómos (leis que governam) para assimilar um conceito que vai além da culinária. Dessa forma, a gastronomia é compreendida, literalmente, como as leis que governam o estômago. 

Se você não é um gastrólogo, ou seja, um profissional da gastronomia que atua como chef de cozinha, por exemplo, pode perfeitamente ser um gastrônomo. Para isso, basta ser apaixonado pelo tema, se envolvendo e estudando sobre a área. Simples assim! 

 

Conhecendo a origem da gastronomia

Quando se pensa em gastronomia, um país logo vem à mente: a França. A correlação não é à toa. De acordo com alguns historiadores, foi no reinado de Luís XIV que a gastronomia nasceu, a partir de definições sobre o que seria comer bem ou comer mal.

A palavra, no entanto, foi utilizada apenas em 1801 como um título de um poema do escritor Joseph Berchoux (la gastronomie ou l’homme des champs à table: poëme didactique en iv chants). Dessa forma, a culinária francesa passou a ser uma das maiores no ramo por diferenciar a alimentação como uma necessidade biológica e a comida como uma experiência social e cultural. 

A tradição gastronômica francesa é mantida até os dias atuais. Os termos técnicos como a la carte, mise en place, gourmet, entre outros são frequentemente usados mundo afora. 

 

A miscigenação como o DNA da gastronomia brasileira 

Agora que você já conhece a origem da gastronomia, vamos dar um salto para o contexto brasileiro. O país, com extensão continental, possui uma culinária rica e diversificada. 

Na origem, o DNA da gastronomia brasileira tem assinatura indígena, portuguesa e africana. A mandioca, os miúdos suínos e o milho são os principais elementos da construção da culinária do país. 

Historicamente, foi após a independência do Brasil que a gastronomia brasileira se consolidou. Além disso, a culinária italiana também se tornou referência com a chegada dos imigrantes para trabalhar na produção de café. 

Portanto, quando se trata de gastronomia no Brasil, feijoada, frango com quiabo e acarajé podem sim ser grandes expressões gastronômicas. 

 

Curiosidades sobre os pratos mais famosos do mundo

Para finalizar, separamos algumas curiosidades do mundo da gastronomia para você se divertir e se deliciar.

Feijoada: Acreditava-se que a feijoada era de origem africana, mas, na verdade, tem origem francesa! Isso mesmo! O cassoulet é um dos pratos mais importantes da culinária do país e trata-se de um caldo com feijões brancos e pedaços de porco e ave. Na versão brasileira, usa-se feijões pretos e apenas cortes suínos na composição.

Lasanha: É claro que se você visitar a Itália vai encontrar vários restaurantes com lasanha no cardápio. No entanto, o prato não tem origem italiana! Na verdade, a inspiração veio da Grécia, de uma receita típica chamada moussaka, feita com berinjelas. 

Croissant: o delicioso pão feito à base de muita manteiga se popularizou na França, mas a origem, na verdade, é austríaca, mais precisamente da cidade de Viena. A Rainha Maria Antonieta era austríaca e levou o famoso pão para a França em 1770, quando casou-se com o Rei Luiz XV. 

Gostou do conteúdo? Então confira tudo sobre gastronomia no nosso blog.

 

[Catálogo] Conheça a nossa linha completa de peças artesanais em cerâmica! | Baixe o catálogo | Ceraflame | Certa Cerâmica

Gostou do conteúdo? Confira outros assuntos que podem ser interessantes para você!

Legumes tostados no forno

Saudável de forma fácil! Se você tem preguiça de fazer legumes e variar a alimentação, essa receita de legumes no forno é para você. Leva menos de 1 hora e o preparo é bem prático. Você pode fazer uma boa quantidade a armazenar na geladeira. Veja o que é preciso:...

Farofa de linguiça apimentada

O acompanhamento perfeito para uma feijoada caprichada ou em um churrasco com os amigos e a família, essa receita de farofa de linguiça apimentada é fácil de fazer, rápida e rende bem para eventos maiores. Anote os ingredientes e faça já em casa. Ingredientes  1...

Waffle Belga

Um waffle belga quentinho pela manhã é a opção perfeita para começar o dia. Seja com frutas, mel ou sementes, essa receita é fácil, rápida e todo mundo vai amar cada mordida. Anote os ingredientes e faça em casa. Ingredientes  3 ovos 4 colheres de sopa de manteiga...

Torta Folhada de Frutas Vermelhas

Um doce para esquentar o coração nesse inverno! Essa é a definição da nossa receita deliciosa de torta folhada de frutas vermelhas. Além de linda, cada mordida é uma mistura de texturas e sabores. O legal é o preparo leva penas 40 minutos e rende 6 porções. Anote já...

Linguiça na Brasa com tomatinhos

Aprons a fazer uma linguiça na brasa super suculenta e ainda acompanhada de tomatinhos assados. Você verá que o modo de preparo é rápido, fácil e agrada aos mais diferentes paladares. Preparado(a) para fazer essa delicia agora em junho? Anote já os ingredientes....

Canjiquinha com linguiça calabresa

Continuamos com as comidas de festa junina para deixar o cardápio desse mês ainda mais delicioso. No entanto, dessa vez, escolhemos uma receita tradicional, mas demos o nosso toque especial, criando uma Canjiquinha com linguiça calabresa incrível. Você precisa tentar...

Brigadeiro de Paçoca

Cremoso, pedaçudo e que combina perfeitamente com as festividades juninas! Venha aprender com a gente a receita fácil e rápida de um super brigadeiro de paçoca. Não leva mais do que 10 minutos para ficar pronto e pode, dependendo do ponto, ser servido em Mini Cocottes...

Quentão de vinho

Festa junina sem quentão de vinho não está completa! Por isso, nesse especial de junho e julho, não poderia faltar essa bebida tão gostosa e aconchegante. Você levará apenas 10 minutos para preparar. Anote os ingreditenes. Quentão de vinho Ingredientes  1 L de vinho...

Metaverso x gastronomia: como funcionarão os restaurantes virtuais?

A palavra metaverso está em alta e ela vem atraindo o interesse de todos os setores. O termo diz respeito á um mundo virtual, semelhante ao que vivemos hoje, com construções, lojas e entretenimento. E traz também restaurantes virtuais para a realidade.  No entanto,...

Canjica doce com paçoca

Estamos próximos de mais um mês de junho e na expectativa das festas desse mês (e das comidinhas que amamos). Mas se você for fazer uma festa Junina em casa ou com os amigos, que tal preparar algo? Nossa primeira sugestão é a canjica doce com paçoca. Assim, esse doce...

3 Comentários

  1. Big Butcha

    Que delicia saber as origens e as historias de nossa culinária! Ótima iniciativa da Ceraflame! Sou fã!

    Responder
  2. Jaine Almeida Barbosa

    Eu amei , é muito bom saber das origens das comidas..

    Responder
    • Ceraflame

      Olá! Ficamos felizes que você gostou do post. Fique sempre de olho no nosso blog para novidades.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *